19 agosto, 2011

Sol a pino

Olhando para a nostalgia,
o jeca acha bonito ser moderno.

Assolado pela máquina tecnológica imperialista,
corrompe-se.

Esquece de criar a própria identidade
na precariedade marginal dos resquícios da vegetação nativa.

E frita.

18 08 11

Um comentário:

fr33think3r disse...

com esse ar seco, frita mais ainda.